CITADOR IMAGINÁRIO #4

por Cláudio Garrudo






Não, não é possível que estas coisas me passem pela cabeça. Não é possível. Mas um vento seco trouxe-me vozes de muito longe, dum deserto que se estendia ao longo da minha imaginação, um deserto sem árvores, sem pedras, sem montes, sem tempo.

Livro: José Manuel Arrobas,
A Decadência do Sonho, coleção Plural,
Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1988



© do texto: do autor e INCM; © da imagem: Cláudio Garrudo
Fotografia com dispositivo móvel, INCM, Lisboa, 2016

0 comentários:

Enviar um comentário