Blogger Template

FERNANDO GIL, 03/02/1937 — 19/03/2006




A 19 de março de 2006, há precisamente 10 anos, morria em Paris o filósofo e epistemólogo Fernando Gil, autor de uma vasta obra publicada, da qual ressaltam transversalmente os temas da inteligibilidade e do sentido da razão.

Fernando Gil e o seu pensamento ocupam lugar de destaque no catálogo da Imprensa Nacional-Casa da Moeda desde a década de 1980.

A mais notável das suas obras editadas na INCM é Mimésis e Negação (1984), obra distinguida com o Prémio Ensaio do PEN Club, na qual desenvolveu a importante reflexão acerca do caráter irremediavelmente histórico e plural do conhecimento.

Em 2006, a revista PRELO, 3.ª Série, n.º 1, dedicava-lhe um espaço especial com a publicação de três textos da autoria de três outros importantes autores. Dez anos mais tarde, o PRELO relembra Fernando Gil através da republicação desses textos de leitura imprescindível:

«Carta (incompleta) de José Marinho a Fernando Gil» (ler aqui)

«Fernando Gil: a Razão Fragilizada», por Miguel Real (ler aqui)

«Evocação de Fernando Gil no Espírito da Música», por Manuel Ferreira Patrício (ler aqui)


RAS

0 comentários :

Enviar um comentário

Mais

Outros