Blogger Template

«A verdade, mas de viés» — José Gardeazabal

Fotografia: Luis Barra


















in Expresso, E, Culturas, 3 de setembro de 2016


Em história do século vinte a escrita nunca é enfática nem grandiloquente. Pelo contrário, dir-se-ia que o autor impôs a si mesmo um certo rigor analítico, uma certa objetividade, uma toada precisa que se abstém de quaisquer arroubos. José Gardeazabal corrobora: «Não pertenço à tradição da catarse lírica. Apenas da catarse.»

Ler entrevista completa:

Página 1

Página 2



0 comentários :

Enviar um comentário

Mais

Outros