CITADOR IMAGINÁRIO #25

 por Cláudio Garrudo








A literatura tem uma dimensão de mistério. Umas palavras tocam a banalidade. Outras afloram o sublime. Algumas abrem em si zonas de guerra. Outras erguem-se como documentos da beleza do mundo. Mas em todas existe esse momento em que a palavra não apenas diz, mas inventa, transforma, perturba, desarruma, imagina, rasga.

Livro: Eduardo Prado Coelho
A Poesia Ensina a Cair
Coleção Biblioteca Eduardo Prado Coelho
Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2010, pág. 75

© Texto: representantes do autor e INCM; © Imagem: Cláudio Garrudo
Fotografia com dispositivo móvel, INCM, Lisboa, 2016


0 comentários:

Enviar um comentário