Blogger Template

24-02-2017 — Seminário Permanente de Estudos Globais — Sessão V com JOÃO COSTA

SEMINÁRIO PERMANENTE DE ESTUDOS GLOBAIS
Sessão V: «Desafios da Globalização para o Modelo Atual de Escolaridade»
Orador: João Costa
Organização: INCM | UAb | CIDH | FCT | CLEPLUL | APCA | IAC
Local: Biblioteca da Imprensa Nacional (Lisboa)
Data: terça-feira - 24 de FEVEREIRO
Horário: 18:00 h

João Costa vem defendendo que «a escola portuguesa tem melhor imagem externa do que interna» e que «é preciso inverter o discurso de desvalorização da escola e dos seus atores.»

Os resultados da avaliação externa (TIMMS (1) e PISA (2)) ao sistema de ensino português divulgados no 3.º trimestre de 2016 revelaram uma melhoria global significativa dos desempenhos dos estudantes portugueses com idade de 15 anos em leitura, matemática e ciências – colocando Portugal acima da média dos restantes países avaliados – e uma descida dos resultados do 4.º ano a ciências.

Para João Costa,
Os resultados contraditórios devem alimentar reflexão sobre se se estão a avaliar as mesmas dimensões e sobre a robustez dos diferentes instrumentos. Para referir apenas um exemplo, quando vemos que há uma progressão consistente dos resultados do PISA, mas os alunos portugueses não exibem o mesmo nível de progressão nos exames nacionais de 9.º e 12.º ano, devemos questionar as razões para esta assimetria e até avaliar os nossos próprios instrumentos de avaliação externa – um desafio para o Conselho Científico do IAVE (3).



João Costa, doutorado em Linguística, pela Universidade de Leiden Holanda, professor catedrático de Linguística na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, é membro do Conselho Científico do Plano Nacional de Leitura, da Comissão Nacional do Instituto Internacional da Língua Portuguesa e do Conselho Consultivo do Instituto Camões, e secretário de Estado da Educação.
Foi diretor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e presidente do Conselho Científico das Ciências Sociais e Humanidades da Fundação para a Ciência e Tecnologia, e presidente da Associação Europeia de Estudantes de Linguística (SOLE) e da Associação Portuguesa de Linguística. Lecionou em universidades no Brasil, Macau, Espanha e Holand.




(1) TIMMS Trends in International Mathematics and Science Study é uma avaliação internacional do desempenho dos alunos do 4.º e do 8.º ano de escolaridade em Matemática e Ciências, desenvolvida pela International Association for the Evaluation of Educational Achievement (IEA), uma associação internacional independente, constituída por instituições de investigação educacional e por agências governamentais de investigação dedicadas à melhoria dos sistemas educativos.

(2) PISA Programme for International Student Assessment desenvolvido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). O PISA visa avaliar se os alunos de 15 anos, idade em que, na maior parte dos países participantes, os alunos se encontram no final da escolaridade obrigatória, estão bem preparados para enfrentarem os desafios da vida quotidiana.

(3) IAVE Instituto de Avaliação Educativa, I.P., faculta o acesso a dados estatísticos sobre avaliação externa para fins de investigação científica.

0 comentários :

Enviar um comentário

Mais

Outros