Blogger Template

Isabel Cristina Rodrigues vence o Grande Prémio de Ensaio «Eduardo Prado Coelho» APE/C.M. de Vila Nova de Famalicão – 2016




Um júri constituído por Artur Anselmo, Isabel Cristina Mateus e Maria João Reynaud decidiu, por maioria, atribuir o Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Prado Coelho” APE/C.M de Vila Nova de Famalicão ao livro A Palavra Submersa. Silêncio e Produção de Sentido em Vergílio Ferreira, de Isabel Cristina Rodrigues (edição da INCM).

O Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Pardo Coelho, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a galardoar anualmente uma obra de ensaio literário, em português e de autor português, publicada em livro, em primeira edição, no decurso do ano de 2016.

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 7.500,00 (sete mil e quinhentos euros) e desde de 2010 distinguiu já Victor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil, Manuel Frias Martins e José Carlos Seabra Pereira.

A Palavra Submersa. Silêncio e Produção de Sentido em Vergílio Ferreira
(...) trata, com uma vasta e rica fundamentação teorética e crítica, tanto quanto possível multidisciplinar, sem, no entanto, se afastar da área específica dos estudos literários, temas relevantes na obra literária de Vergílio Ferreira: o caminho que vai da palavra ao silêncio; o silêncio como comunicação e suas aporias; a arte do silêncio; a comunhão, expressão máxima da comunicação, contraposta à incomunicabilidade; a palavra exteriorizada e a palavra interior; a palavra monologante e o diálogo; o silêncio como metáfora; o constante problema vergiliano da relação do homem com Deus ou com os deuses.

0 comentários :

Enviar um comentário

Mais

Outros