«Quem é esta gente nos Painéis de São Vicente?», de Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães com ilustrações de Ana Seixas



Quem é esta gente nos Painéis de São Vicente?

Uma boa pergunta, que é também o título deste livro divertido que convida os mais novos, com a sua imaginação, a descobrirem a resposta.

Os Painéis de São Vicente, grande retrato de grupo pintado por Nuno Gonçalves há cerca de 500 anos, são um dos tesouros artísticos que se encontram em exposição no Museu Nacional de Arte Antiga, e há muito tempo envoltos numa «bruma de mistérios».

Uma obra de pintura composta por seis painéis (um «políptico») que já desencadeou muitos debates e estudos entre os especialistas em História da Arte, que mesmo assim não chegaram ainda a uma conclusão definitiva quanto à identificação das personagens, «no mínimo 50 ou 60».


O pintor observava a cena que acabava de montar, satisfeito mas com a vaga sensação de que lhe faltava qualquer coisa. Ainda não está como quero, pensava.
De súbito o velho amigo Espirro, que lhe vendia materiais para fazer as tintas, irrompeu pela oficina a implorar:
— Mestre, mestre! Ainda cheguei a tempo?
— A tempo de quê?
— De entrar no seu painel.
— Agora é tarde, já montei a cena e deu muito trabalho.
Espirro passeou a vista pelo grupo compacto que integrava homens de várias idades, duas mulheres, um rapazito, quase todos de pé, alguns de joelhos, e não teve dúvidas de que só se conseguia aquele efeito com muito talento e muito trabalho. Hesitou um instante por pensar que nem ele nem ninguém tinha o direito de ir perturbar o artista. No entanto, a sua personalidade afirmativa e determinada
impediu-o de desistir. E conforme era seu costume insistiu (...)

Pois, para saber a continuação,... Bem, o melhor é ler o livro todo!


Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, duas grandes autoras de literatura infantojuvenil que dispensam apresentações, propõem a história imaginada e muito divertida dos preparativos para a realização da pintura, dando ao mesmo tempo a conhecer factos e estudos reais, e estimulando o jovem leitor a refletir sobre este excecional exemplar da mais admirável pintura portuguesa.

A (re)descoberta dos Painéis de São Vicente; discussões e debates sobre os Painéis; o pintor Nuno Gonçalves, a sua casa, a sua oficina e a forma como pintava; fazer têmpera de ovo para pintar como Nuno Gonçalves; são algumas das curiosidades aqui desvendadas.


* Além de múltiplos passatempos e atividades, o livro inclui ainda sobrecapa com a reprodução dos Painéis de São Vicente e a sua interpretação sob a forma de um bonita ilustração de Ana Seixas.


À venda nas lojas INCM.



0 comentários:

Enviar um comentário