21-05-18 Apresentação - «Aula de Natação» de Alice Sant'Ana por Anabela Mota Ribeiro



Título: Aula de Natação
Autor: Alice Sant’Anna
Apresentação: Anabela Mota Ribeiro
Coleção: Plural
Edição: Imprensa Nacional
Data: segunda-feira, 21 de maio
Horário: 18:30 h
Local: Biblioteca da Imprensa Nacional
R. da Escola Politécnica, n.º 135
Lisboa

Aula de Natação é um livro repleto de lirismo, delicadeza, cor e movimento, elementos que singularizam a escrita de uma das mais novas e talentosas poetas contemporâneas brasileiras.
Alice Sant’Anna tem a capacidade de extrair poesia das coisas simples. Através do seu olhar o prosaico ganha aspetos singulares, fixando indelevelmente a sua personalidade e visão do mundo.

O que chamou minha atenção de chofre foi a qualidade da escrita. Não havia deslize. Sabia parar na linha certa, com uma noção de equilíbrio notável. E sabia — e como — continuar no poema seguinte do mesmo modo. Como seu leitor, ao passar do tempo, fui vendo que sua poética, a partir de Dobradura, tal como um origami, se transformava
subliminarmente, mantendo‑se fiel ao ponto de origem, ao toque do lápis primal, ao desenho das primeiras palavras. Coisa rara, encantadora e firme.
in Prefácio por Armando Freitas Filho

Alice Sant’Anna
Nasceu em 1988 no Rio de Janeiro. Lançou o seu primeiro livro de poemas, Dobradura, aos 20 anos. Publicou Rabo de baleia, que venceu o Prémio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) em 2013 por título de poesia. Pé do ouvido, lançado em 2016, é um longo poema resultado da sua pesquisa de mestrado sobre poesia japonesa. Além desses três títulos, lançou livros por conta própria, artesanais, e por editoras independentes, três dos quais em parceria: Ilha da decepção, com fotografias de Alexandre Sant’Anna; Vinhetas, com Zuca Sardan; e Pingue pongue, com Armando Freitas Filho.

Anabela Mota Ribeiro
Nasceu em 1971 em Trás-os-Montes, vive e trabalha em Lisboa. É licenciada em Filosofia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Mestre em Filosofia (variante Estética) com uma tese sobre «A Flor da Melancolia e o Ímpeto Cesariano (ou a Negação e a Afirmação da Vida) nas Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis». Jornalista freelance, colaborou com diversos jornais e revistas, entre eles, e de forma sistemática, DNa (suplemento do Diário de Notícias), Jornal de Negócios e Público.
fonte: www.anabelamotaribeiro.pt






À venda nas nossas lojas.



0 comentários:

Enviar um comentário