Biblioteca José-Augusto França no programa «À Volta dos Livros» de Ana Daniela Soares



Os dois primeiros volumes da Biblioteca José-Augusto França, Natureza Morta e Charles Chaplin: o Self-made myth, publicados este ano pela Imprensa Nacional vieram inaugurar a nova coleção da editora pública e serviram de mote à conversa de Ana Daniela Soares, jornalista da Antena 1, e Duarte Azinheira, diretor de publicações da Imprensa Nacional. Uma conversa À Volta dos livros.

Esta é sem dúvida uma biblioteca muito especial. Em primeiro lugar porque José-Augusto França escreveu cerca de cem livros durante toda a sua longuíssima carreira e vida. Estes 16 volumes correspondem a uma seleção do melhor da obra de José-Augusto França por José-Augusto França. Foi o professor França que escolheu os títulos que deviam integrar estes 16 volumes.
O professor José-Augusto França é membro do conselho editorial da Imprensa Nacional há muitos anos. O conselho editorial da Imprensa Nacional é um órgão estatutário da empresa de apoio à programação editorial. Disse ao professor que era absolutamente fundamental desenhar uma coleção onde ficassem os melhores títulos da sua longa obra. O professor França dizia-me muitas vezes: «eu escrevi mais ou menos cem livros, se 20% se aproveitar eu já fico muito contente». Se com esta base toda, 20% se aproveitar já são muitos livros bons! O professor José-Augusto França aceitou e definiu ele próprio os títulos que deviam integrar a coleção e todas as alterações que deveriam ser feitas.
Natureza Morta é um livro fundamental do primeiro volume, que inclui também algumas histórias curtas. Natureza Morta é um livro muito importante: é o primeiro romance de José-Augusto França e se não é o primeiro, talvez seja um dos primeiros romances anticoloniais portugueses. Aliás, o professor França conta sempre que o ter escrito esse livro o fez perder o emprego, na sequência da publicação do livro.
No caso do Chaplin trata-se de uma antiga paixão do professor França. Uma paixão que começou nos anos 1950 e que veio até há muito pouco tempo. Há cerca de dois anos José-Augusto França publicou na coleção «Essencial» O Essencial sobre Charles Chaplin. Portanto, Chaplin é uma paixão muito antiga na vida do professor França e este segundo volume da coleção BJAF evidencia isso.
Duarte Azinheira

Pode ouvir a entrevista aqui

À Volta dos livros: Conversas diárias com autores portugueses sobre as suas mais recentes obras. Destaques literários, de 2ª a 6ª Feira na Antena 1 com edição de Ana Daniela Soares

0 comentários:

Enviar um comentário