Fernando Pessoa, Livro do Desasocego, Edição Crítica de Fernando Pessoa, pág. 179

0 comentários:

Enviar um comentário