Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa morreram há 38 anos


4 de dezembro de 1980

No início da noite daquela quinta-feira o país fica em choque. A televisão e a rádio anunciam a tragédia: Francisco Sá Carneiro, então primeiro-ministro, e Adelino Amaro da Costa, ministro da Defesa, morrem na queda do avião Cessna em que seguiam, com destino ao Porto. 

Perdem também a vida os tripulantes e a restante comitiva: Snu Abecassis, Manuela Amaro da Costa, António Patrício Gouveia, Jorge Albuquerque e Alfredo de Sousa.

Nesse mesma noite é publicado em 2º Suplemento ao «Diário da República» um diploma a decretar 5 dias de luto nacional.

Foi há 38 anos atrás.

0 comentários:

Enviar um comentário