Novidade | Coração, Cabeça e Estômago | Edição Crítica de Camilo Castelo Branco




«Autobiografia amorosa de Silvestre da Silva, ou o caminho em direção a Tomásia com passagem por órfãs, viúvas, a mulher que o mundo respeita, a mulher que o mundo despreza… Uma experimentação pioneira na irrisão do sentimentalismo a partir de dentro. E também de fora, claro.»

Esta é a descrição do camiliano e académico Abel Barros Baptista a propósito de Coração, Cabeça e Estômago, o mais recente volume da coleção «Edição Crítica de Camilo Castelo Branco».

Escrito no século XIX, Coração, Cabeça e Estômago é um dos romances mais aclamados de Camilo Castelo Branco. E esta edição crítica da Imprensa Nacional vai oferecer ao leitor um rigoroso mas discreto aparato crítico, uma completa nota editorial e a possibilidade de (re) descobrir uma reveladora obra camiliana.

A edição é de Cristina Sobral e de Ariadne Nunes.

Eusébio Macário, seguido de A Corja, será título que se segue na coleção.

Recorde-se que Camilo Castelo Branco foi romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor, cuja vida dava um romance em si. É uma das grandes figuras do romantismo português, a par de Garrett, e um dos autores portugueses mais frutíferos e lidos de sempre.

0 comentários:

Enviar um comentário