Nova versão do Glossário da Sociedade de Informação apresentada na Biblioteca da Imprensa Nacional




A Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade de Informação (APDSI), através do seu Grupo de Missão «Glossário da Sociedade da Informação», organizou uma sessão para a apresentação da mais recente versão do Glossário da Sociedade da Informação.

Aconteceu no passado dia 18 de julho, na Biblioteca da Imprensa Nacional, em Lisboa. Como intervenientes nesta apresentação, a APDSI contou com a presença do Presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Gonçalo Caseiro, Paula Mendes, da Unidade de Edição e Cultura da Imprensa Nacional, o coordenador do Grupo de Missão «Glossário da Sociedade da Informação», Élvio Meneses, e João Catarino, em representação da Direção da APDSI.

Em 2004, a APDSI lançou um projeto destinado à recolha, sistematização e divulgação da terminologia portuguesa usada ou considerada mais adequada para exprimir os conceitos relevantes da Sociedade da Informação em que vivemos. Criou-se então um grupo de trabalho com este propósito, coordenado pelo Dr. José Palma Fernandes com a colaboração de várias entidades, nomeadamente do Instituto de Informática, da EDINFOR, do Instituto das tecnologias de Informação na Justiça (ITIJ) e a Microsoft.

Esse projeto inicial conduziu à apresentação pública, em 24 de outubro de 2005, da 1.ª edição do «Glossário da Sociedade da Informação», que continha mais de quatrocentos termos em Português, com os equivalentes em Inglês e as respetivas definições em Português.

A equipa nuclear que participou no projeto inicial encetou em 2006 um trabalho de atualização do glossário, que foi concluída em 2007 e levou à disponibilização de uma nova versão do documento. Em 2011 foi concluída a 3.ª edição do Glossário, altura em que já continha mais de oitocentos termos.

O Glossário da Sociedade de Informação é um instrumento de utilidade prática indiscutível e cuja finalidade é também a promoção e salvaguarda da língua portuguesa. Uma língua nacional, como instrumento privilegiado de comunicação, deve cuidar de tornar claro o seu corpus, ou seja, o conjunto de palavras que a constitui e a forma ortográfica que devem ter, e nas linguagens de especialidade isso é particularmente importante, porque a velocidade a que os novos conceitos surgem nas áreas técnicas e científicas obriga a reação rápida no que refere à recolha e análise dessa informação para que se construam instrumentos de referência em permanente atualização para os utilizadores dessa língua.

Paula Mendes, Unidade de Edição e Cultura - INCM

Atualmente, o Glossário da Sociedade da Informação apresenta mais de novecentas entradas de termos em Português e as respetivas definições, assim como, os seus correspondentes em Inglês. No trabalho do grupo destacam-se as seguintes tarefas:

• Recolha de sugestões de termos para inclusão no Glossário provenientes de diversas fontes;
• Análise dos termos sugeridos, para decisão da sua inclusão;
• Apresentação de uma definição para cada termo;
• Atualização de termos já existentes no glossário, quando se justifique.

Este glossário foi adotado desde o seu início pelos serviços de tradução da União Europeia e é um documento de uso comum em diversas universidades portuguesas e do mundo lusófono. É utilizado também nos organismos da Administração Pública Eletrónica dos PALOP e Timor Leste, na sequência de um projeto apoiado pelo Instituto Camões.

Trata-se de um trabalho marcadamente continuado, dependente não apenas da adoção de novos termos que vão surgindo nesta área, mas também da disponibilidade do trabalho voluntário dos membros deste grupo.

O Grupo de Missão da APDSI, além da versão documental, atualizada à data de junho de 2019, apresentou ainda a versão web do Glossário da Sociedade da Informação, no qual existem diversas funcionalidades, desde a relação entre termos, correspondências em inglês e notas explicativas. A pesquisa poderá ser ainda elaborada por tópico.

Nas palavras da Dr.ª Paula Mendes,

(…) a APDSI | Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação está a cumprir plenamente a sua parte nesta matéria, com a recolha, estudo e fixação do vocabulário de especialidade da área em que atua, e o Glossário da Sociedade de Informação é um instrumento de utilidade muito generalizada, para quem redige, lê ou estuda e se cruza com os termos nele contido, que somos quase todos.

0 comentários:

Enviar um comentário