Jean-Pierre Sarrazac em entrevista — «O Teatro está no coração da Arte»



Jean-Pierre Sarrazac é um homem sábio do teatro. É professor emérito do Instituto de Estudos Teatrais da Universidade Sorbonne Nouvelle Paris 3 — que dirigiu — e professor convidado da Universidade de Louvain-la-Neuve. Mas é também conhecido por todos aqueles da cena teatral como encenador, dramaturgo, ensaísta, escritor…

Em entrevista à PRELO, definiu-se como «um ensaísta que tenta também fazer teatro» defendendo que, antes de ser uma arte, o teatro «é uma atividade». Afinal, «há muita gente que faz teatro para se desenvolver a si própria».

A melhor descrição que conhece sobre esta arte tão «primitiva» como «atual» é mesmo a literal: teatro em grego significa «o lugar de onde se vê»; e Jean-Pierre Sarrazac não quer propor uma nova, porque esta lhe convém «perfeitamente». Entre a tragédia e a comédia, prefere a tragicomédia porque gosta «da mistura do alto e do baixo, do sério e do grotesco». Jean-Pierre Sarrazac também aprecia a ideia de «não se hierarquizar as artes» e diz que o teatro amador é o «viveiro do teatro artístico». É também uma aprendizagem de vida, uma aprendizagem do «coletivo» e «um complemento muito significativo da formação escolar», mas que em França ainda não está «suficientemente desenvolvido».

0 comentários:

Enviar um comentário