Navegar é preciso. Inovar também | Prémio IN3+ Um Milhão para a Inovação



Navegar é preciso. Inovar também. Já contava Plutarco em A Vida de Pompeu que aquele general romano (séc. I a. c), encorajava os seus marinheiros, receosos de partir para o mar, com a frase: «Navigare necesse, vivere non est necesse.». E Fernando Pessoa, vinte séculos depois, escreveria que queria para ele o espírito desta frase: «Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa/«Navegar é preciso; viver não é preciso.»/ Quero para mim o espírito desta frase, transformada/ A forma para a casar com o que eu sou: Viver não/ É necessário; o que é necessário é criar.».

Na Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM) navegamos pela inovação, criamos com a inovação.

Avançamos com Inovação.

A inovação faz parte da nossa cultura. É a nossa premissa, a nossa missão e a nossa visão de futuro. E por isso também:

Premiamos a Inovação

A empresa acredita que inovar é imprescindível para a construção de uma sociedade assente em tecnologia que vise melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. A inovação é um eixo central de sustentabilidade, transformação, e, sobretudo, um meio de aproximação da tecnologia às pessoas, aos processos, às instituições, às empresas, sendo incontornáveis as inúmeras melhorias e os progressivos avanços que esta traz às sociedades modernas.

Desde 2016 que a Imprensa Nacional Casa da Moeda premeia as melhores ideias e projetos da sua rede de inovação, atualmente constituída pelas principais universidades e centros de investigação, designadamente nas áreas das tecnologias de produção e de materiais, nanotecnologia, TIC, robótica e automação, contanto assim com o contributo de centenas de investigadores nacionais e internacionais.

Após a realização de duas edições em que seis projetos foram reconhecidos, a 3.ª edição do Prémio IN3+ vai voltar a distinguir projetos de inovação nas áreas das tecnologias de produção e de materiais, nanotecnologia, TIC, robótica e automação. A fase de candidaturas ao prémio terá início a 1 de fevereiro de 2020.






0 comentários:

Publicar um comentário