Recital | A Voz dos Poetas | Poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen


A Voz dos Poetas regressa à Biblioteca da Imprensa Nacional já no próxima 2.ª feira, dia 20 de janeiro, pelas 18h30 com Lia Gama e Jorge Silva Melo (Artistas Unidos) a dizerem a poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004), figura maior das letras portuguesas do século XX.

O ciclo de leituras de poesia A Voz dos Poetas tem entrada livre (condicionada à capacidade da sala) e resulta da parceria estabelecida entre os Artistas Unidos e a Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

Biblioteca da Imprensa Nacional
Rua da Escola Politécnica, 135, 1250-100 Lisboa



Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

0 comentários:

Publicar um comentário