Novidades | Cypriano Joseph da Rocha | António Andresen Guimarães




Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro», de António Andresen Guimarães, é um ensaio que percorre o trajeto de vida, privada e pública, de Cypriano Joseph da Rocha que a 26 de maio de 1728, deixa Lisboa, acompanhado pelos dois filhos, e embarca, na Ribeira das Naus, rumo ao Brasil.

Cypriano José da Rocha vai ocupar, na capitania da Baía, o cargo de juiz dos órfãos, por mercê de Sua Majestade el-rei D. João V, o Magnânimo, e uns anos mais tarde, na capitania de Minas Gerais, o de ouvidor da comarca de Rio das Mortes, esse extenso território que, provavelmente ele não o saberia, era maior do que o Reino que ele deixava.

Este ensaio tem pois enfoque no período brasileiro, onde se destaca a missão que levou Cypriano Joseph da Rocha sertão adentro, à descoberta das minas do Rio Verde, ultrapassando os rios Baependi, Lambari e Sapucaí, e que tem um momento marcante na fundação, como ele designou, de um arraial a que pôs o nome de Arraial de São Cipriano.

Ultrapassada a fase de adaptação, ao clima, à alimentação, aos costumes e à vida social de um território em desenvolvimento e também em expansão para novas fronteiras, vivendo as mutações económicas, sociais e políticas que o novo ciclo do ouro trazia à América portuguesa, Cypriano integra-se nesse novo mundo, de que dá conta nas cartas que regularmente foi escrevendo a sua mulher.

Escreve António Andresen Guimarães na «Introdução» ao livro:

O nome de Cypriano Joseph da Rocha não figura em nenhuma enciclopédia,muito menos em qualquer compêndio de História. Segundo os critérios de uma história tradicional, não foi estadista célebre ou militar que mereça ser recordado pelos seus feitos heróicos; não deixou obra literária, nem fez qualquer descoberta científica que preserve o seu nome. Não se lhe conhecem qualidades excecionais que justificassem que o seu nome ficasse gravado na História. No entanto, o nome de Cypriano Joseph da Rocha, cuja biografia aqui ensaiamos, sobreviveu à passagem do tempo, num círculo limitado de influência é certo, mas tal não significa que o conhecimento da sua vida não constitua motivo de interesse. Pelo contrário, como procurarei dar testemunho.
Quando comecei a interessar-me por esta personagem e fui fazendo as minhas pesquisas, surpreendi-me com as inúmeras vezes que o seu nome aparecia citado. Na atribuição de fundação de cidades, na sua toponímia, em diversos estudos sobre a história de Minas Gerais, etc., Cypriano Joseph da Rocha constituía uma referência. Comecei a ler esses estudos e a ganhar interesse pela personagem. O facto de ser seu descendente direto me dava um impulso e interesse pessoal acrescido e motivação para investigar e aprofundar os conhecimentos e dados que ia recolhendo. E, sobretudo, por dispor de acesso privilegiado a fontes documentais diretas e inéditas, que permaneceram durante séculos preservadas na casa onde Cypriano viveu e morreu e que, por sucessão, pertence ao autor deste ensaio biográfico. (...)

in «Introdução» de Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»

63 comentários:

  1. Cumprimentos à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico -Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»-. Com grande expectativa, aguardamos o lançamento da festejada obra aqui no Brasil, na Feira Nacional do Livro e no Festival Literário Internacional de Poços de Caldas/FLIPOÇOS, além da apresentação em outras tantas localidades que lembram a trajetória e a permanência do estimado Ouvidor Cypriano entre nós. Carlota Campos-Comissão Organizadora Evento "Regresso Ouvidor Cypriano".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelos muito simpáticos comentários que me são dirigidos e à Imprensa Nacional, que fez um excelente trabalho de edição. Também aguardo com enorme expectativa a ocasião de poder ser feito o lançamento do livro em Poços de Caldas e em outras localidades de Minas Gerais.

      Eliminar
  2. Parabéns à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal) e ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico -Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»-. Assim como os portugueses, nós brasileiros também estamos a aguardar o lançamento no Brasil em Poços de Caldas/FLIPOÇOS. A.Simonsen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o elogioso comentário. Infelizmente, pelas razões conhecidas, o FLIPOÇOS teve de ser adiado, restando aguardar a oportunidade para que o lançamento possa acontecer.

      Eliminar
  3. Parabéns ao autor António Andresen Guimarães e à editora Imprensa Nacional-Casa da Moeda pela publicação de grande relevância. O lançamento aqui no Brasil, em Poços de Caldas-FLIPOÇOS, do ensaio biográfico Cypriano Joseph da Rocha: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro» vem sendo aguardado com enorme expectativa. Carlos Godoy-Poços de Caldas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas amáveis palavras. O lançamento vai ter de aguardar, pelas razões que conhecemos, mas melhores dias virão e o momento esperado chegará, para satisfação dos sul-mineiros e minha também, pela oportunidade de visitar o Estado de Minas Gerais e conhecer as suas gentes, de cuja simpatia tenho tantas provas.

      Eliminar
  4. Todos nós sul-mineiros(atual gentilico para o antigo "são-cyprianense", afinal nossa origem é o Arraial de São Cypriano) festejamos a obra Cypriano Joseph da Rocha: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro». Cumprimentos para o autor António Andresen Guimarães e para a editora. Seguimos aguardando o lançamento, em nível nacional, aqui em Poços de Caldas/FLIPOÇOS. Fernando Maciel-Bocaina de Minas-Sul de Minas-Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o acolhedor comentário, no dia em que, não fossem as condições que todos partilhamos, estaria de viagem para Poços de Caldas para a apresentação do livro. Temos de aguardar com paciência, o dia chegará em que terei oportunidade de conhecer os muitos sul-mineiros interessados nesta obra que a Imprensa Nacional editou primorosamente. António AG

      Eliminar
  5. Com enorme surpresa e imensa alegria, tomamos conhecimento sobre a publicação do ensaio biográfico Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro». Uma obra sobre o tão conhecido de todos nós sul-mineiros: o Ouvidor Cypriano José da Rocha (1685-1746, nascido e falecido em Ponte da Barca, Minho, Portugal), o Ouvidor da Comarca do Rio das Mortes que fundou o Arraial de São Cypriano, hoje todo o território onde se desenha o mapa do Sul de Minas. Se já não bastasse, o autor da obra é um de seus netos: António Andresen Guimarães. E para completar a formidável notícia: o lançamento, no Brasil, acontecerá em Poços de Caldas, na Feira e Festival Literário Internacional de Poços de Caldas|FLIPOÇOS|2020. #vemlogoflipoços2020. Rafael Sales-Pouso Alegre-Sul de Minas Gerais-Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas simpáticas palavras sobre o livro. O acolhimento dos sul-mineiros é motivo de grande satisfação, como autor, mas também de responsabilidade, esperando que a obra esteja à altura de corresponder à expectativa gerada. Aguardemos por FLIPOÇOS! António AG

      Eliminar
  6. Todos nós sul-mineiros leitores que nos espraiamos pelo Rio Sapucaí (Delfim Moreira, Itajubá, Borda da Mata, Brasópolis, Cachoeira de Minas, Camanducaia, Cambuí, Careaçu, Carvalhópolis, Conceição das Pedras, Conceição dos Ouros, Congonhal, Consolação, Cordislândia, Córrego do Bom Jesus Elói Mendes, Espírito Santo do Dourado, Estiva, Gonçalves, Heliodora, Lambari, Machado, Maria da Fé, Marmelópolis, Monsenhor Paulo, Munhoz, Natércia, Ouro Fino, Paraguaçu, Paraisópolis, Passa Quatro, Pedralva, Piranguçu, Piranguinho, Poço Fundo, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, São Gonçalo do Sapucaí, São João da Mata, São José do Alegre São Sebastião da Bela Vista, Sapucaí-Mirim, Senador Amaral, Senador José Bento, Silvianópolis, Turvolândia, Venceslau Brás e Virgínia) estamos em contagem regressiva para o lançamento do ensaio biográfico sobre CYPRIANO aqui no Brasil, em Poços de Caldas na/no FLIPOÇOS. Parabéns para o autor ANTÓNIO GUIMARÃES e para a IMPRENSA NACIONAL DE PORTUGAL! Pedro Siqueira-Itajubá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado! Será uma enorme honra poder dar a conhecer o ensaio biográfico dedicado a Cypriano, cujo nome é lembrado em tantas localidades do Sul de Minas com muito carinho. Uma surpresa, devo confessar, porque não imaginava que o seu nome estivesse tão presente, o que sei se deve ao trabalho aprofundado e continuado do Professor Serrano, a quem é devida - e oportunamente será prestada - a justa homenagem. António AG

      Eliminar
  7. Como leitor voraz e como filatelista, aguardo o livro e o selo do CYPRIANO. Parabéns a todos: autor, editora e bravos sul-mineiros que estão nos proporcionando este evento aqui no Brasil. É mesmo um -REGRESSO DO OUVIDOR CYPRIANO- três séculos depois. Fabulástico! Bernardo Gonçalves-Lavras-MG.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato! O Regresso foi adiado, pelas razões que conhecemos, mas o adiamento serve para reforçar ainda mais o desejo de percorrer o roteiro, magnificamente preparado pelos amigos sul-mineiros do Cypriano. António AG

      Eliminar
  8. Curiosidade imensa para ler o ensaio biográfico sobre o barroco Cypriano. Cumprimentos! André Cabral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curiosidade imensa para saber se o ensaio corresponde à expectativa dos leitores sul-mineiros. E responsabilidade... António AG

      Eliminar
  9. Clássico! O ensaio biográfico CYPRIANO JOSEPH DA ROCHA já nasce como um clássico! Parabéns ao autor e à editora. Já estamos na fila de espera para o lançamento na FLIPOÇOS-2020 em Poços de Caldas! #vemlogoflipoços2020 Maria Isabel Nascimento pela Rede Sul-Mineira de Educação Patrimonial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado! Será uma enorme honra poder fazer o lançamento do livro em Poços de Caldas/FLIPOÇOS perante todas as pessoas que gentilmente têm manifestado interesse neste ensaio, que a Imprensa Nacional publicou, numa edição de excelente qualidade, que muito valoriza a obra. António AG

      Eliminar
  10. Assim como os leitores do Rio Sapucaí aguardam ansiosamente o lançamento de “CYPRIANO” lá em Poços de Caldas/FLIPOÇOS-2020. Nós, do Rio Verde, com os leitores distribuídos por todo o seu leito nas cidades de: Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Cambuquira, Carmo da Cachoeira, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Cristina, Dom Viçoso, Elói Mendes, Itamonte, Itanhandu, Jesuânia, Lambari, Monsenhor Paulo, Olímpio Noronha, Passa Quatro, Pedralva, Pouso Alto, São Gonçalo do Sapucaí, São Lourenço, São Sebastião do Rio Verde, São Tomé das Letras, Soledade de Minas, Três Corações, Três Pontas, Varginha e Virgínia também. Parabéns ao neto do Ouvidor, o autor António Andresen Guimarães e à Imprensa Nacional de Portugal. Desde já, autor e comitiva, sejam todos muito bem-vindos ao Brasil, à Minas Gerais e ao Sul de Minas, o antigo Arraial de São Cypriano, fundado pelo homenageado. Paula Oliveira-São Lourenço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rio Verde, Rio Sapucaí... quando eu li as cartas - fontes primárias para a escrita do livro -, que Cypriano escreveu para Maria Luísa, sua mulher, que ficara em Ponte da Barca, esses eram nomes que não me diziam nada. Estava longe de imaginar que hoje estaria em diálogo com futuros leitores do ensaio biográfico dedicado a quem, séculos atrás, percorreu todos esse lugares a que os leitores estão ligados. Agradeço o carinho do comentário, ansioso também pela chegada do dia em que o lançamento possa acontecer. António AG

      Eliminar
  11. Cumprimentos à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico -Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»-. Marcos Mendonça desde os Sertões do Jacuhy.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato! Espero que o livro corresponda à sua expectativa como leitor interessado na biografia de Cypriano. António AG

      Eliminar
  12. Para nós leitores sul-mineiros, em CYPRIANO (o ensaio biográfico CYPRIANO JOSEPH DA ROCHA: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro», de António Andresen Guimarães), temos a rara conjugação de dois conhecimentos: o histórico, neste caso -da História do Brasil e de Minas Colonial- com base em fontes primárias, muitas delas inéditas, e o conhecimento literário com o uso da língua para atrair, provocar e deliciar o leitor. É uma obra que apresenta um leque de boas estratégias literárias junto com um ensaio biográfico rigoroso: é uma história que apetece ler. No fim, ficamos a conhecer bem melhor o percurso do Ouvidor Cypriano na Bahia, em Sergipe, pela Serra da Mantiqueira e Bacia do Rio Grande -Rio Verde e Rio Sapucaí-, um périplo que trazemos no imaginário pelos séculos afora desde o tempo em que ainda não havia Sul de Minas. Parabéns, Autor António Andresen Guimarães e Editora INCM. Leitora Betânia Guimarães.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É com enorme prazer que leio e agradeço todos os calorosos comentários que têm sido escritos sobre o ensaio biográfico dedicado a Cypriano Joseph da Rocha. Devo um agradecimento especial à Betânia Guimarães, leitora da primeira hora, não apenas pelo incisivo comentário, mas como promotora da presença no FLIPOÇOS e, com outros Amigos de Cypriano, responsável pela divulgação do lançamento do livro junto dos sul-mineiros, bem como pela organização do roteiro do Regresso do Ouvidor da Comarca do Rio das Mortes ao Sul de Minas, viagem plena de simbolismo, que irá percorrer alguns dos locais visitados pelo ouvidor quase trezentos anos atrás. António AG

      Eliminar
  13. Cipriano e as Cartas (oficiais) de Cipriano já são opções de temáticas prazerosas no nosso rol de leituras no Sul de Minas. O que dizer agora de um ensaio biográfico que se apoia em Cartas-pessoais-dele? É da ordem do indizível. Parabéns, Autor AAG e Editora INCM. #vemlogoflipoços2020 Nos vemos lá! Claudia Godinho pela Rede Sul-Mineira de Clubes de Leitura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o amável comentário! As cartas pessoais acrescentam um prisma diferente de observação do percurso de vida do Ouvidor Cypriano, na sua dimensão humana, familiar, cultural, religiosa. Temas presentes no ensaio a par com os que emergem das já bem conhecidas cartas oficiais. António AG

      Eliminar
  14. Muito nos interessa o "universo gastronômico" de Cypriano. Seguimos com "água na boca" aguardando, aqui no Brasil, o lançamento em Poços de Caldas e a apresentação em São Lourenço. Cypriano toma parte -efetiva e afetivamente- da "Mesa Sul-Mineira" desde o início da leitura sistemática das cartas oficiais dele, nos anos 1980, pelo Professor Serrano e lideranças culturais, aqui na nossa região da Mantiqueira e Grande. Já são preparados, entre nós, diversos acepipes, iguarias em homenagem ao ouvidor: entradas, pratos principais, carnes, aves, peixes embutidos, guarnições, sobremesas. Com grande destaque para as "Empadas do Ouvidor Cypriano" recheadas com frango e catupiry de São Lourenço e também goiabada com cremelino de São Lourenço. Mais recentemente, no bojo das comemorações dos 280 anos da Carta/Campo Maior(4 de outubro 1737): o "Rocambole do Ouvidor Cypriano", momento em que descobrimos que há o "Vinho Cypriano". Para completar a festa por aqui só falta mesmo o LIVRO! Cumprimentos e agradecimentos ao autor António Guimarães e à Imprensa Nacional de Portugal. Um PRESENTE para todos nós do Arraial de São Cypriano. Tania Mascarenhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A leitura deste comentário abre o apetite a qualquer um! Ansioso por provar essas iguarias que Cypriano inspirou, em especial as empadas e o rocambole. A leitura do livro vai confirmar que o ouvidor tinha preferências gastronómicas típicas de um minhoto. Não vou desvendar para manter o apetite para a leitura do livro... António AG

      Eliminar
  15. CYPRIANO: o livro do ano para os leitores sul-mineiros! Extremamente aguardado! Parabéns para o autor ANTÓNIO GUIMARÃES e para a IMPRENSA NACIONAL DE PORTUGAL! #vemlogoflipoços2020 Cristina Vieira-Educadora Ambiental na Rede Sul-Mineira de Educação Ambiental.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O seu comentário é muito generoso! Tomara chegue o dia em que possa colocar o livro à disposição dos leitores sul-mineiros. Espero que esteja à altura das expectativas de todos e que nele encontrem uma boa leitura. António AG

      Eliminar
  16. Cumprimentos à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico -Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»-.Seguimos aguardando! #vemlogoflipoços2020 Celina Souza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelos muito simpáticos comentários que me são dirigidos e à Imprensa Nacional, que fez um excelente trabalho de edição. Também aguardo com enorme expectativa a ocasião de poder dar a conhecer o livro em Poços de Caldas e em outras localidades de Minas Gerais.

      Eliminar
  17. Cumprimentos e agradecimentos à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico: Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro».Pelo que vimos e já soubemos é uma publicação primorosa na forma e conteúdo. Na expectativa! #vemlogoflipoços2020 Juju-Juliana Macedo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas suas simpáticas palavras. O lançamento estaria a acontecer nestes dias no Sul de Minas não fossem as conhecidas circunstâncias que o impediram. Mas vamos aguardar com o mesmo entusiasmo! António AG

      Eliminar
  18. Pela apresentação, já aquilatamos o capricho da obra(textos/imagens).Presença obrigatória nas estantes das nossas bibliotecas sul-mineiras. Parabéns! Tânia Gontijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato! Excelente trabalho da Imprensa Nacional, num livro muito bonito. Espero que o conteúdo seja do seu agrado. António AG

      Eliminar
  19. Muito além de leitura obrigatória, para nós sul-mineiros, com certeza será uma leitura mais que prazerosa. Parabéns ao autor AAG e à INCM. Leonardo Soares.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo amável comentário. Aguardemos o momento em que o lançamento possa acontecer, como desejamos. António AG

      Eliminar
  20. Parabéns à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pelo lançamento do ensaio biográfico: Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro». Os leitores sul-mineiros estão em contagem regressiva. Encontro mais que marcado em Poços de Caldas! #vemlogoflipoços2020 Marco Antônio Barbosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fosse a pandemia e estaríamos agora a conversar, autor e leitores, no FLIPOÇOS, com o livro nas mãos. Vamos aguardar, o dia vai chegar! António AG

      Eliminar
  21. Caro António, como já tive oportunidade de externar, diretamente a você, os cumprimentos pela excelência de seu trabalho, bem como da Imprensa Nacional de Portugal, em “CYPRIANO JOSEPH DA ROCHA: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»”, aqui apenas os reitero. Só falta mesmo um cenário favorável para o lançamento por aqui. Parabéns! Saiba que estamos torcendo para que o autor nos brinde com muitas outras obras! Abraço ’cypriânico’ desde o ‘Arraial de São Cypriano’.Teresa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Teresa, mil obrigados pelas suas palavras encorajadoras para a escrita de outros livros. Para já foco no futuro lançamento deste, que acontecerá logo que ultrapassada esta circunstância em que vivemos. Estaríamos agora percorrendo o roteiro do Regresso, tão cuidadosamente preparado por você e pelos Amigos de Cypriano, a quem aproveito para uma vez mais agradecer o incansável apoio e permanente dedicação. Abraço "cypriânico"! António

      Eliminar
  22. Leitores e filatelistas sul-mineiros aguardam com enorme expectativa o lançamento do livro e do selo. Parabéns ao autor e à editora. #vemlogoflipoços2020. Renato Santoro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É com enorme expectativa que aguardo a oportunidade de concretizar o lançamento do livro. O selo será uma grande honra para mim, como autor do livro nele homenageado, e um enorme prazer, como filatelista pouco praticante, pela beleza que, desde já antecipo, o mesmo terá. António AG

      Eliminar
  23. Parabéns à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal), ao autor António Andresen Guimarães pela publicação do ensaio biográfico: Cypriano Joseph da Rocha. Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro». Seguimos aguardando o lançamento em Poços de Caldas e a apresentação no Rio Sapucaí. Ricardo Mohallem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será com muito prazer e emoção que visitarei os locais que Cypriano percorreu. O Rio Sapucaí será certamente um deles. Aguardemos! António AG

      Eliminar
  24. Como jornalista cultural e literária, venho acompanhando com vivo interesse as notícias sobre o aguardado lançamento do ensaio biográfico “Cypriano”, aqui no Brasil, notadamente, no Sul de Minas, onde ele é uma figura de extrema relevância. Este livro é um presente para o cenário cultural da região sul-mineira. Parabéns, ao autor António Andresen Guimarães e à Imprensa Nacional de Portugal, pela envergadura do trabalho. #vemlogoflipoços2020

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, Valéria, pelas simpáticas palavras, vindas de quem desde há muito tempo vem dedicando muitas linhas e muita escrita em prol da divulgação da temática de Cypriano e das suas cartas, bem como de muitos outros autores e actores, que fazem parte da pequena história de Sul de Minas, mas que nos proporcionam um retrato mais próximo da realidade de tempos passados. Pode contar com a minha colaboração para as pesquisas que sei que está a fazer para novos trabalhos. António AG

      Eliminar
  25. Cumprimentos e agradecimentos ao autor António Andresen Guimarães e à editora Imprensa Nacional-Casa da Moeda pelo livro que é um presente para todos nós do Sul de Minas. Aguardo com enorme expectativa, o lançamento aqui, no Brasil em Poços de Caldas. Mas desde já, como produtora cultural, que há décadas desenvolve ações, projetos, programas culturais em toda a Serra da Mantiqueira e Bacia do Rio Grande com a temática CYPRIANO e CARTAS DE CYPRIANO, terei de contraditar o autor quando ele escreve: ""Cypriano Joseph da Rocha, cuja biografia aqui ensaiamos, sobreviveu à passagem do tempo, num círculo limitado de influência é certo[...]""", uma vez que o círculo é ilimitado como poderá aquilatar quando aqui estiver. Na contagem regressiva: #vemlogoflipoços2020

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço encarecidamente os seus comentários sobre o livro. Tomara chegue a hora de poder dá-lo a conhecer perante os numerosos leitores sul-mineiros interessados na temática Cypriano e Cartas de Cypriano. Aceito, completamente rendido e satisfeito por estar errado, a sua contradita em relação à sobrevivência do nome do biografado: foi uma enorme surpresa, uma maravilhosa surpresa, verificar que Cypriano está bem presente num número tão alargado de leitores do Sul de Minas. Só foi possível graças ao trabalho do Professor Serrano que, décadas atrás, retirou quase do esquecimento o ouvidor da comarca do Rio das Mortes, trazendo-o e às suas Cartas para a História presente e viva. E soube deixar sementes de trabalho, que cresceram e se desenvolveram, pela mãos dedicadas e cultivadas de pessoas como a Sara Rocha e outras a quem passou o testemunho e que generosamente têm dado continuidade à divulgação do nome e obra do biografado. António AG

      Eliminar
  26. Caro António, endosso aqui os muitos cumprimentos a você, o autor, e à Imprensa Nacional de Portugal, tanto os já formulados em diversas oportunidades, como também os inúmeros comentários elogiosos aqui registrados. Sigo o coro que exclama: #vemlogoflipoços2020

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Ana, muito estimo as suas palavras, precisamente de quem foi responsável pela continuação do trabalho do professor Serrano, organizando inúmeras acções e iniciativas de divulgação de Cypriano e das Cartas, e continua participando activamente em todas as actividades, como é o caso da concepção e organização do roteiro do Regresso do Ouvidor ao Sul de Minas. Vamos ter de esperar a ocasião propícia para a concretização desse programa, com a certeza de que será uma oportunidade para reconhecimento de todo o trabalho realizado ao longo de várias décadas. António AG

      Eliminar
  27. Parabéns ao autor António Andresen Guimarães e à editora Imprensa Nacional pela emblemática obra "Cypriano Joseph da Rocha". Como a temática do Ouvidor Cypriano e sua Carta já fazem parte do nosso cenário cultural, assim como dos vários territórios leitores que compõem a Mantiqueira e Grande, seguimos com a mesma expectativa dos demais. #vemlogoflipoços2020 Alexandre Martins-Passos-Sul de Minas-Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço as simpáticas palavras. Aguardo com enorme expectativa o momento em que possa finalmente concretizar o lançamento do livro, estabelecendo contacto com as pessoas que gentilmente têm manifestado interesse no conhecimento da obra, que segue o trabalho de divulgação da temática de Cypriano e suas Cartas.

      Eliminar
  28. Hoje, a uma hora destas, estaríamos reunidos em Poços de Caldas/FLIPOÇOS: o autor António Andresen Guimarães e vários sul-mineiros de diversas localidades (cidades e distritos) da Mantiqueira e Grande, todos ligados ao ecossistema do livro, para uma especialíssima "Sessão de Conversa Macanuda" sobre o seu recém-lançado ensaio biográfico "CYPRIANO JOSEPH DA ROCHA: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»", primorosamente editado pela Imprensa Nacional de Portugal. Apesar do adiamento/reagendamento do evento e tal lançamento ainda não ter acontecido efetivamente, ele já ocorreu afetivamente no coração dos "são-cyprianenses" (sul-mineiros) conforme verificamos nos incontáveis comentários. O autor e a editora estão de parabéns pelo trabalho de excelência desenvolvido com a obra "Cypriano". Também seguiremos na contagem regressiva: #vemlogoflipoços2020 Gustavo Guimarães/Comitê Gestor da Conversa Macanuda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Embora só hoje esteja a responder ao seu muito amável comentário, li-o na data em que foi publicado, precisamente quando deveria estar a decorrer a Sessão de Conversa Macanuda (uma estreia para mim), no âmbito do programa de lançamento do livro em Poços de Caldas/FLIPOÇOS. Seria, também, a oportunidade de ter contacto directo com os inúmeros Amigos de Cypriano que fui conhecendo à medida que a ideia de organização de um roteiro do Regresso do Ouvidor ao Sul de Minas foi ganhando corpo. Mas essa oportunidade vai chegar! Muito obrigado! António AG

      Eliminar
  29. Todos ansiosos pelo Lançamento, no Flipoços, do Ensaio Biográfico "Cypriano Joseph da Rocha: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil" trazendo o autor António Andresen Guimarães e comitiva em visita também as localidades das Minas Gerais por onde Cypriano circulou nos idos de 1700. Parabéns ao António e à Imprensa Nacional-Casa da Moeda (Portugal) #vemlogoFlipoços Maria Helena Penteado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, Maria Helena, pelo seu interesse e apoio desde a primeira hora em que tomou conhecimento do livro, quando a feitura do mesmo estava ainda em marcha. Agradeço também o incansável e consistente trabalho de divulgação da temática de Cypriano e das Cartas no Sul de Minas, nas pisadas do caminho desbravado pelo Professor Serrano, sem o que a obra agora publicada teria certamente muito menor repercussão junto dos sul-mineiros. Agradeço ainda todo o empenho na organização do Regresso do Ouvidor ao Sul de Minas, adiado pelas razões conhecidas, mas que vai, com nova calendarização, ser um momento marcante na consolidação da divulgação de Cypriano no extenso território que nasce do Arraial que ele fundou. António AG

      Eliminar
  30. É sabido por todos que o povo sul-mineiro é detentor de um espírito alegre, vibrante, agradável, entusiasmado, prazenteiro. O próprio ouvidor Cypriano destaca esta característica nos primeiros parágrafos da célebre Carta, de 4 de Outubro de 1737, no Campo Maior, quando escreve: “São os ares muito alegres de maravilhosa vista e com melhor assento que as terras de S João de El Rei[...]”. Depois num texto publicado em agosto de 1957, o escritor João Guimarães Rosa faz uma declaração de amor ao Estado de Minas Gerais, e assim descreve a região: “É o Sul, [...], quem sabe uma das mais tranquilas jurisdições da felicidade neste mundo.” É uma máxima inquestionável. E pelos comentários aqui assinalados já estamos diante de uma “avant-première” do lançamento de “Cypriano”. Constata-se que o impacto da visita do neto suplantará(ou) a do avô, há 3 séculos. Um evento que já entrou para a História do Sul de Minas, antes mesmo de acontecer. Porém sem querer ofuscar o brilho e o destaque do Sul de Minas, no evento, região que afinal é o “Arraial de São Cypriano”, lembremos que o lançamento do livro também acontecerá na capital do estado, em Belo Horizonte, na Academia Mineira de Letras. Os belo-horizontinos cumprimentam o autor Guimarães, a Imprensa Nacional de Portugal e declaram que também estão na maior expectativa e em contagem regressiva. José Luís Cerqueira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com muito atraso, venho registar o meu agradecimento por tão simpático comentário tecido a propósito do "Cypriano" e do autor! Não fosse esta inesperada circunstância que tomou conta do mundo e o fez parar e nesta altura teria já realizado o sonho de seguir o percurso do ouvidor pelas terras que nascem do "Arraial de São Cypriano"; de conhecer o Estado de Minas Gerais, que tantos nomes tem dado à literatura brasileira e à língua portuguesa; e feito a apresentação do livro na Academia Mineira de Letras, em Belo Horizonte, momento alto dessa visita e que muito me honrará. Mas foi apenas um adiamento: assim que as circunstâncias o permitam, estarei em Minas Gerais, levando como guia o relato da visita que Vitorino Nemésio realizou a Minas no já longínquo ano de 1952 e que deixou registado na sua obra "O Segredo de Ouro Preto e Outros Caminhos", agora reeditada, quase que de propósito, pela Imprensa Nacional. Muito obrigado aos belo-horizontinos. António AG

      Eliminar
  31. Os cumprimentos e os elogios para obra “Cypriano Joseph da Rocha: Relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na «Idade do Ouro»”, do autor António Andresen Guimarães, editada pela Imprensa Nacional de Portugal também partem daqui da cabeça da Comarca do Rio das Mortes: São João d’El-Rey, onde o ouvidor homenageado residiu e que também acolherá uma importante etapa do evento, com vasta programação ao longo de todo um dia. Paula Guimarães.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelas acolhedoras palavras, com origem em São João d'El-Rey, onde foi escrita parte significativa das cartas pessoais de Cypriano, que constituem o coração do ensaio biográfico. Será, como escreveu, uma etapa importante e emocionante do roteiro do Regresso do Ouvidor poder percorrer as ruas e visitar alguns dos locais que lhe eram familiares. António AG

      Eliminar
    2. Grato pelas acolhedoras palavras, com origem em São João d'El-Rey, onde foi escrita parte significativa das cartas pessoais de Cypriano, que constituem o coração do ensaio biográfico. Será, como escreveu, uma etapa importante e emocionante do roteiro do Regresso do Ouvidor poder percorrer as ruas e visitar alguns dos locais que lhe eram familiares. António AG

      Eliminar