Plural | Poesia pelos Poetas | quando faltou luz | por Alice Sant'Anna



Alice Sant'Anna publicou, pela Imprensa Nacional, em maio de 2018, Aula de Natação, um livro repleto de lirismo, delicadeza, cor e movimento, elementos que singularizam a escrita de uma das mais novas e talentosas poetas contemporâneas brasileiras.

Em tempos de incerteza e isolamento convocámos (virtualmente) os nossos poetas e lançámos o desafio: dizer, pela própria voz, a sua própria poesia.

Hoje, Alice Sant'Anna diz o poema quando faltou luz de Alice Sant'Anna, publicado pela primeira vez em Dobradura  (7Letras, 2008).




quando faltou luz

quando faltou luz
ficou aquele breu e eu
com as mãos tremendo
morta de medo
de tudo se iluminar
de repente




Através do olhar de Alice Sant'Anna o prosaico ganha aspetos singulares, fixando indelevelmente a sua personalidade e visão do mundo.

Aula de Natação reúne poemas das obras Dobradura (7Letras, 2008), Rabo de baleia (Cosac Naify, 2013), Ilha da decepção (independente, 2014), «Ombros caídos» (in Vinhetas, em parceria com Zuca Sardan,  Luna parque, 2015), Pé do ouvido (Companhia das Letras, 2016) e Duas mulheres (Megamíni, 7Letras, 2017)


0 comentários:

Publicar um comentário